sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014


Algo me prende
Nem sei o quê
Este olhar de castigo
Paira em mim
Como nuvens de tempestade
Que vêem esses olhos crueís
Pecadores, infiéis
São os olhares do destino
Fixados na minha solidão
De tanto dizer não
Basta um sorriso e tudo dou
E ainda bem que assim sou

Poetisa das Trevas

4 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Ainda bem, querida. Vc é maravilhosa. Sente profundamente o seu lado obscuro, mas se ergue.
E eis-nos de volta à blogosfera.
Beijos******
Renata

Nilson Barcelli disse...

Muitas vezes, basta um sorriso.
E o teu, por onde anda...?
Manuela, tem um bfs.
Beijo

Manuela disse...

Obrigado Nilson Barcelli, fui ao seu blog mas não consegui comentar, muito obrigado pela sua visita, bjs

Manuela disse...

Obrigado Renata, beijo grande, vou voltando aos poucos